Fale Conosco

O Dem não vai engolir calado a saída de integrantes do partido para o recém-criado PSD.

Hoje, o presidente nacional do partido, João Agripino, esteve em João Pessoa para uma reunião com a executiva estadual e mandou o seu recado.

Segundo ele, até agora o partido recebeu apenas cartas com pedido de afastamento, mas caso as desfiliações aconteçam, o DEM vai cobrar todos os mandatos que foram obtidos com o tempo de rádio e televisão, fundo partidário e ideais da legenda.

“Eles foram eleitos com isso então o mandato pertence ao Democratas”, avaliou.

Sobraram críticas para o PSD.

Agripino disse que o PSD está sendo criado para acolher conveniência de pessoas e que está a serviço dos interesses do Palácio do Planalto para fortalecer a base de apoio a presidente Dilma (Rousseff).

ACM Neto (BA), que também estava em João Pessoa hoje, foi mais fulminante ainda com o PSD: “O PSD é um partido sem decência, criado para burlar a lei eleitoral e que nasceu para servir de janela para políticos que eram da oposição se transformarem em governistas”.