Fale Conosco

O ex-secretário de Saúde do Estado, Waldson Souza, réu na Operação Calvário, revelou em depoimento ao promotor Octávio Celso Gondim Paulo Neto, que as negociações de propina aconteciam na granja Santana, sob os olhos do ex-governador Ricardo Coutinho.

Em um dos relatos, que abordava a compra de material educativo sobre a dengue que seria enviado às escolas estaduais, Wadson Souza informou que Edvaldo Rosas, ex-presidente do PSB e um dos alvos da operação deflagrada nesta quinta-feira (04), disse que a contratação da compra do material renderia importante ajuda e apoio financeiro ao PSB e ao então governador Ricardo Coutinho em suas empreitadas, em sua campanha.

Conforme documento liberado pela Justiça, Edvaldo declarou que a compra tinha a autorização e o pleno aval de Coriolano Coutinho, irmão do então governador, além da conivência do próprio Ricardo.

Waldon Souza afirmou que comentou com Ricardo sobre a conversa que teve com Edvaldo, solicitando a autorização do então governador para a negociação no escritório da granja Santana.

Confira um trecho do depoimento: