Fale Conosco

O ex-governador da Paraíba e agora senador, Cássio Cunha Lima (PSDB), concedeu duas entrevistas na noite de ontem em que basicamente reafirmou sua aliança com o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), e comemorou o fato de estar na véspera  de sua diplomação, após ser beneficiado por decisão do STF.

Mostrando não estar nem um  pouco preocupado com a “crise” no PSDB da Paraíba, Cássio já adiantou que seu candidato ao governo da Paraíba em 2014 será o já governador, Ricardo Coutinho (PSB), mas não soube responder se em 2012 apoiará o senador e presidente do seu partido, Cícero Lucena, para prefeito de João Pessoa. A justificativa de Cássio para o impasse é o fato de Cícero se contrapor a aliança do PSDB com o PSB no plano estadual .

Entre as várias demonstrações de distanciamento de Cícero, Cássio em nenhum momento citou a pressão feita por uma comitiva de senadores ao STF para que a Casa julgasse os agravos de Wilson Santiago que protelavam a posse de Cunha Lima, liderada por Cícero.

Apesar de mostrar distanciamento político com Cícero, Cássio disse ter certeza que o colega será candidato em 2012 e assegurou legenda para o tucano.

Ao ser questionado sobre a dura política  do governo do estado com o funcionalismo público, Cássio partiu em defesa de Ricardo e disse que o governador não negocia com as categorias “em respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal”.