Fale Conosco

Os gastos excessivos com diárias sempre foi um problema de municípios, não somente paraibanos, mas brasileiros. A oportunidade de “se dar bem com dinheiro público” dificilmente deixa de ser aproveitada por políticos no dia a dia. Mas essa “esperteza” se mostra mais forte em municípios menores, a exemplo de Curral Velho, no Sertão da Paraíba. De acordo com o Tribunal de Contas da Paraíba, a prefeitura do município gastou R$ 278,5 mil com diárias – cerca de 3% de todas as despesas da prefeitura.

Com pouco mais de dois mil e quinhentos habitantes, Curral Velho conseguiu gastar 84% do valor usado pela prefeitura de Campina Grande com o mesmo tipo de despesa. Campina, segundo o TCE, gastou R$ 329,6 mil com diárias nos 11 primeiros meses deste ano. Já João Pessoa, Capital do Estado, utilizou R$ 733,4 mil em diárias.

Juntas, de janeiro até agora, as gestões municipais gastaram R$ 11,3 milhões com o pagamento de diárias. E o que mais chama atenção é que, em alguns casos, cidades bem pequenas apresentam índices ‘estratosféricos’ de gastos.

Esses números têm sido investigados principalmente após a prisão de onze vereadores de Santa Rita acusados de forjar viagem para fora do estado com a desculpa de fazer curso e se aperfeiçoar no serviço público. A viagem, no entanto, foi motivada apenas por motivos turísticos e, após denúncia, a farsa foi descoberta pela polícia.

Da redação com informações do Jornal da Paraíba