Fale Conosco

O atual diretor clínico do Hospital Municipal Pedro I e responsável pelo Hospital de Campanha de Campina Grande para pacientes de covid-19, Tito Lívio Vieira de Souza e Cavalcanti, utilizou sua própria empresa para prestar serviços para a unidade de saúde. Ao total o hospital teria pago R$ 72.300 para a empresa T&G Consultório Médico LTDA – ME, que pertence a Tito Lívio.

O diretor do hospital, que é cunhado do pré-candidato à Prefeitura Municipal de Campina Grande Bruno Cunha Lima, recebeu R$ 7.500, referentes a supostos plantões prestados no hospital, no mês de junho recebeu R$ 36 mil e em agosto 28.800. Os dois hospitais coordenados por Tito Lívio foram os principais recebedores de recursos do Governo Federal para o combate da covid-19 na gestão do atual prefeito Romero Rodrigues.