Fale Conosco

A procura por armas pelos paraibanos teve um crescimento impressionante. O número de registros cedidos pela Polícia Federal cresceu 678,13% no estado, quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

Entre janeiro e abril de 2019, foram concedidos 96 registros para os paraibanos. Neste ano, o índice saltou para 747 registros. No Brasil, foram 48,3 mil novas armas no período analisado, um número 252,3% maior do que os 13,7 mil registros de 2019.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), grande defensor do armamento, apesar de ter precisado recuar em quatro dos sete decretos que editou facilitando o acesso a armas, conseguiu avançar em termos regulatórios. Com isso, civis têm acesso a armas que eram de uso militar ou policial exclusivo, como pistolas 9mm, .40 e .45. Para atiradores, o limite de compra de armas foi de 16 para 60 por ano.