Fale Conosco

Uma confusão entre os militantes e advogados de dois candidatos à presidência da Federação Paraibana de Futebol (FPF) acontece, neste momento, em frente à sede entidade, em João Pessoa.

De acordo com informações do Globo Esporte Paraíba, o tumulto começou com a discussão entre o advogado Marcos Souto Maior e Rodrigo Wanderley, filho de Ariano Wanderley, candidato à vice na chapa de Coriolano Coutinho.

A atitude causou revolta entre os militantes de Coriolano e foi o estopim para o principio da confusão.

Em contrapartida, advogados de Amadeu Rodrigues denunciam possíveis manobras na eleição.

Os concorrentes à presidência da FPF são: Amadeu Rodrigues, Coriolano Coutinho e João Máximo. Das 72 entidades que têm direito a voto, nove delas – por questões de estatuto interno da FPF – devem votar duas vezes. A votação acontece até às 14h dessa sexta-feira (12).

BG