Fale Conosco

A bravata do governador Ricardo Coutinho com os deputados estaduais, ao insinuar que os parlamentares se “vendem” por R$ 300 mil, talvez não seja muito salubre para seu futuro político. Pode até ser que, no primeiro momento, ele fature alguns pontos junto ao cidadão, em cima do desgaste da classe política. Desgaste que mais atinge aos parlamentares.

Trata-se de uma operação de alto risco. Quem garante que os deputados não vão dar o troco, quando a eleição passar? Tudo bem, se for reeleito, talvez o assunto seja arquivado. Mas, e se não for? A tendência será os parlamentares de oposição, que representam ampla maioria (pelos menos 28 dos 36 deputados), votarem a desaprovação de suas contas.

Sim, porque o processo ainda está vivo. Não foi votado, nem arquivado. Está dormitando apenas. Então, os deputados podem, de repente, exumar o processo e levar a votação. Nesse caso, o governador pode sofrer perda total. Se tiver as contas rejeitadas, corre o risco de ficar oito anos inelegível, e perder a chance de voltar a disputa a Prefeitura de João Pessoa, como deveria proceder, em caso de não ser reeleito.

BHM