Fale Conosco

Preocupa-me o que poderá acontecer na Paraíba a partir das 18 horas desta bucólica quarta feira de agosto. Estamos à beira de um ataque de nervos entre os poderes. A causa é divergência das partes com o duodécimo de cada poder. Pra completar, Ricardo perdeu o prazo regimental para apresentar os vetos e o presidente da AL, Ricardo Marcelo, promulgou a LDO sem vetos. Revoltado, RC esperneia, diz que é ilegal e quer peitar todo mundo.

Como jornalista tenho combatido aquele que, digo e repito, fez pacto com forças ocultas para chegar ao Palácio da Redenção.

Como cidadão e empresário tenho dormido pouco só em pensar na conjunção de fatores negativos que poderá nos arrastar para uma grave crise.

Misture-se a recessão mundial à crise institucional que acontecerá na Paraíba caso não haja consenso na reunião interpoderes e a partir desse cenário o governador decida peitar todo mundo.

Nitroglicerina pura, essa mistura poderá nos levar um palmo abaixo do que já estamos, comparados com os vizinhos Rio grande do Norte e Pernambuco.

Sobre a crise financeira mundial não podemos fazer nada além de torcer para que a presidenta Dilma tenha a mesma sorte de Lula e adote as medidas certas; mas sobre a crise tupiniquim acho que chegou a hora de todos perceberem que o governo Ricardo Coutinho estrangulou a paciência de quase todos os segmentos e a sociedade civil tem que se mobilizar para ir as ruas exigir que ele se comporte como o gerente eleito para manter a ordem e a prosperidade.

Dado esse ultimato e ele não se enquadrando só nos restará apeá-lo do poder, pois quem bota tem o direito de tirar e a justiça divina tarda, mas não falha. Ricardo tem pisado na língua de todo mundo e a corda esticada tende a arrebentar.

Cá pra nós, argumentos e provas se acumulam para o cenário de impeachment.

Nenhuma ditadura presta, seja de direita ou de esquerda.