Fale Conosco

Através de consulta processual realizada no site do Tribunal de Justiça da Paraíba, onde consta nos autos – o processo de número 0000983-83.2012.815.0131, recurso de apelação criminal interposto pela defesa do condenado Marcos Barros de Souza (PSB), acatando sentença do juiz da 2ª Vara de Cajazeiras, que o julgou culpado por estupro de vulnerável conforme dados do Tribunal de Justiça.

O recurso está sob a relatoria do Des. Arnóbio Teodósio, atualmente substituído pelo juiz convocado Dr. Carlos Eduardo Leite Lisboa.

Conforme movimentação processual em consulta realizada nesta quarta-feira (04/07/2018), os autos foram despachados pelo Eminente Relator na data de (17) de maio de (2018) e então remetidos à Escrivania da Câmara Criminal na referida data.

Sobre o caso: o então presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, Vereador Marcos Barros de Souza, hoje, figurando como condenado por estupro de vulnerável (quando a vítima é menor de 14 anos), pelo MM Juiz da 2ª Vara de Cajazeiras, exerceu seu direito de recorrer da condenação, para o Tribunal de Justiça da Paraíba, que poderá reexaminar a matéria, mantendo a condenação ou reformando a sentença.

O vereador tem calado a imprensa cajazeirense mediante contratos firmados entre o Poder Legislativo e, emissoras de rádio, sites e blogs de notícias – com o pretexto de divulgar as ações da Câmara Municipal.

 

Com informações do TJPB