NotíciasOpinião Polêmica

Concordo com quase tudo na delação de Livânia, menos quando traz Nonato pra lama

A delação de Livânia Farias começa a causar estragos e o GAECO cada vez mais se aproxima do chefe da OCRIM. Até agora concordo com quase tudo que ela delatou, menos com a inclusão de Nonato Bandeira na cena do crime, pois como jornalista investigativo ajudei a elucidar esse mistério do propinoduto girassol doze anos atrás e o nome de Nonato nunca foi citado, nunca esteve relacionado ao recebimento de vantagens provenientes de estornos.

Livânia confirma o que muitos pensavam que fosse apenas delírios de uma imprensa que era acusada( e processada) de pegar no pé de Ricardo Coutinho e criar fake news, mas que hoje os fatos revelam que tudo que dissermos sobre os governos Ricardo era verdade.

Trazer Nonato Bandeira para esse mar de lana me pareceu vingança e o atual secretário de Comunicação deve ir ao MP exigir que apresentem provas de que esteve com Livania na Rádio Tabajara para esconder provas. Tem imagens? Tem alguma testemunha?

Justiça seja feita, como cão perdigueiro que fui e farejei cada passo desse episódio, em nenhum momento o nome de Nonato surgiu e, mesmo estando ele apenas citado por supostamente ajudar esconder provas, vejo estratégia urdida por mente criminosa para trazer o governo João Azevêdo para o mar de lama onde apenas um grupo ligado ao ex-governador estaria envolvido.

Para se aprofundar no esquema do propinoduto girassol clique no link a seguir https://mensalaopb.tumblr.com/ e leia o que foi denunciado doze anos atrás, as provas reunidas pelo jornalismo investigativo e que só agora o MP chega a um desfecho, graças a confissão da ex-secretária de Administração dos governos Ricardo Coutinho, que confirmou tudo que foi denunciado pela impresa.

Dércio Alcântara

Tags: Tags: