Fale Conosco

O Governo do Estado do Amazonas determinou desde a última sexta-feira (25) que bares e casas noturnas fossem fechadas por conta do registro de um crescimento do números de infecções por covid-19 em Manaus. Até o dia 26 de outubro também ficarão suspensos o acesso às áreas de praias para recreação, o funcionamento de balneários e flutuantes, além de bares e restaurantes.

A capital amazonense tem um total de 49.237 pessoas infectadas e 2.487 mortes pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. Manaus foi a primeira capital brasileira a registrar um colapso nos sistemas de saúde e funerário entre os meses de abril e maio. A Vigilância Epidemiológica confirmou uma tendência de aumento do número de casos de covid-19 na cidade durante as últimas semanas.

Também foi anunciado aumento do número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ofertados no Hospital Delphina Aziz, referência no tratamento de Covid-19 e outras Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAGs). O Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam) foi definido como referência para o atendimento infantil da doença.