Fale Conosco

O deputado federal Eduardo Cunha, PMDB, que é candidato à presidência da Câmara Federal e chega em João Pessoa na próxima semana para garimpar votos entre os nossos 12 parlamentares, foi jogado às feras quando teve o seu nome citado como beneficiado do Petrolão.

Em Brasília circula a notícia de que o dedo do ministro da Justiça Eduardo Cardozo estaria por trás da fritada.

Pelo menos é o que revela o bem informado colunista de Veja Lauro Jardim.

“Eduardo Cunha e aliados atribuem a José Eduardo Cardozo a responsabilidade pelo vazamento do depoimento do policial Careca, que lançou o candidato favorito à presidência da Câmara na Lava-Jato”.