Notícias

Cientistas inventam equipamento que carrega o celular em apenas 1 minuto

A frustração de ficar horas esperando carregar o smartphone pode acabar, segundo um experimento conduzido por cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Eles desenvolveram uma bateria de alumínio que pode deixar um aparelho em plena carga com um minuto de recarga. As informações são do jornal britânico “The Telegraph”.

“Desenvolvemos uma bateria de alumínio recarregável que pode substituir baterias alcalinas, que fazem mal ao meio-ambiente, e baterias de lítio, que, ocasionalmente, podem pegar fogo”, relatou o professor de química Hongjie Dai, em artigo no periódico científico “Nature”.

O novo formato de bateria, segundo os estudiosos, pode ser rapidamente recarregada, tem longa duração, não afeta a natureza como as de lítio (presente na maioria dos dispositivos móveis) e ainda pode ser dobrável, o que permite a criação de dispositivos flexíveis.

Em experimento nos EUA, bateria de alumínio (esq.) fornece energia para LED

De acordo com o estudo, uma bateria de lítio consegue realizar 1.000 ciclos (pode ser carregada até mil vezes que não perderá desempenho). Já a de alumínio, pode passar por mais de 7.500 sem perder capacidade.

O único problema do invento, por enquanto, é que a bateria de alumínio tem apenas metade da voltagem de uma bateria de lítio — o que ainda a torna inviável para uso na maioria dos dispositivos. Durante os testes com o telefone, os cientistas juntaram duas para poder recarregar o dispositivo.

“Nossa bateria produz apenas 2 volts. Porém, ao melhorar os materiais do experimento podemos aumentar a voltagem e densidade de energia”, explicou Dai.

No site da Universidade de Stanford (em inglês), há mais detalhes técnicos sobre a bateria de alumínio. 

  

BATERIA DO SMARTPHONE PODE DURAR MAIS COM AJUSTE

Quem usa smartphone sabe que um dos pontos fracos do aparelho, independente da marca, é a duração da bateria. Isso ocorre justamente porque as funções “”inteligentes”” consomem a energia do celular para funcionarem. Mas alguns ajustes pequenos nos smartphones podem fazer a bateria durar mais nos sistemas Android e iOS.

Com UOL