Fale Conosco

Durante aparte ao senador Cristovam Buarque (PDT-DF), o senador paraibano Cícero Lucena (PSDB), denunciou que alguns governadores estão tentando vetar o dispositivo que permite o reajuste anual do piso nacional dos professores.

Pela lei, o piso deve ser reajustado anualmente a partir de janeiro, tendo como critério o crescimento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Entre 2011 e 2012, o índice foi 22% e o valor passou de R$ 1.187 para R$ 1.451.

-Alguns governadores estão vindo à Brasília para pedir que o reajuste não seja adotado. É lamentável, porque muitos deles disseram, repetiram e assumiram o compromisso em campanha pública dizendo que educação era prioridade, lamentou Cícero.

O parlamentar comentou que durante sua gestão, na Prefeitura de João Pessoa, implantou o programa de capacitação e treinamento dos professores da rede municipal, um marco, pois possibilitou a formação de centenas de profissionais.

Cícero observou que em outras categorias, o piso praticado é bem superior ao dos professores. “É uma demonstração clara de que, infelizmente, a educação não é prioridade no Brasil”, reclamou.

O senador garantiu que vai continuar lutando para manter as conquistas do magistério, inclusive, com a manutenção dos atuais índices de reajuste do piso nacional dos professores.