Fale Conosco

O pré-candidato Cícero Lucena disse nesta quinta-feira (9) que receberia com prazer e sem nenhuma restrição o apoio do governador João Azevêdo a sua pré-campanha. Por outro lado, o ex-senador disse que Ricardo Coutinho não é uma figura pública que firmaria qualquer aliança. A declaração foi dada durante um bate papo com os integrantes da bancada do programa 360 graus (100.5).

O atual prefeito de João Pessoa também foi alvo de questionamento sobre uma possível parceria. Cícero condicionou o apoio à admissão de erros de gestão, mas se pôs de portas abertas para um debate com Luciano Cartaxo.

Com um discurso de união, o ex-senador minimizou as divergências entre direita e esquerda e se propôs à discussão com políticos de qualquer lado. “Eu respeito a posição de cada um e espero a contribuição de todos para resolver os problemas da cidade. Todos são bem-vindos, seja esquerda, direita ou centro”, afirmou.

Questionado sobre um possível apoio do presidente Jair Bolsonaro para sua campanha, Cícero disse que a eleição municipal não é necessariamente para o presidente da República ter tanto poder de decisão, devido a problemas regionais que somente os gestores locais conhecem.

Por fim, sobre a volta ao cenário político, o ex-prefeito afirmou que “João Pessoa está num momento em que é importante preparo e experiência para diagnosticar o problema da cidade”. Com bem disse Adriana Bezerra durante a entrevista, ficou claro que Cícero quer juntar óleo e água. A pergunta é: será que isso vai dar certo? Esperemos para ver. A largada foi dada.

Confira a entrevista completa com Cícero a partir de 1h09min de programa: