Brasil

Chocados com retórica de Bolsonaro, congressistas discutem podar MPs e decretos do presidente

A ofensa disparada por Jair Bolsonaro ao presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, chocou a elite do Congresso e do Judiciário. Líderes e dirigentes de partidos dizem que os arroubos retóricos estão em escalada e pregam uma reação do Parlamento. Além da condenação dos destemperos verbais, deputados passaram a defender que o Congresso avalie extinguir a figura das medidas provisórias e derrubar todo decreto em que o capitão exorbitar de suas funções, independentemente do conteúdo.

O deputado Marcelo Ramos (PL-AM), por exemplo, vê no excesso de medidas provisórias e decretos um método para burlar o Parlamento. “Defendo que a gente reaja a todo e qualquer decreto que extrapole a prerrogativa do presidente”, afirma.

“O problema não é só de conteúdo, a prática de passar por cima do Congresso é que é grave”, conclui.

Ministros do STF se solidarizaram com o presidente da OAB e trataram a fala de Bolsonaro como especialmente infeliz. “Faz troça da dor alheia, algo inaceitável”. Ele disse que poderia contar o que aconteceu com o pai de Santa Cruz, preso pela ditadura e desaparecido desde então.

A informação é da coluna Painel da Folha de São Paulo.

Da redação

Tags: Tags: