Fale Conosco

Diversos estudos estão sendo realizados por equipes de cientistas em escala mundial e concluíram até o momento que as VOCs, sigla utilizada para descrever formas do vírus com mutações que podem causar estrago do ponto de vista de saúde pública, estão surgindo cada vez mais fortes e com alto potencial de transmissão. O Brasil apresenta duas linhagens, uma delas identificada em Manaus – AM.

Pelo mundo, foram identificadas as seguintes variações: a B.1.1.7, identificada no Reino Unido, a B.1.351, que surgiu na África do Sul, as duas linhagens brasileiras, P.1 (originária de Manaus e presente em 17 estados) e P.2, ainda pouco conhecida, mas encontrada no Rio de Janeiro e em alguns estados do Norte e do Nordeste. Nos Estados Unidos, foram identificadas a CAL.20C, do sul da Califórnia e, agora, uma nova variante de Nova York, chamada B.1.526.

A maior preocupação até agora é a larga escala de contágio pelas novas variantes e a eficácia das vacinas contra elas, pois em alguns casos, a imunização se mostra eficaz para determinados tipos de vírus já evoluídos, mas para outros, algumas vacinas são totalmente ineficazes.