Fale Conosco

Ao discursar numa feira de livros em Caracas, o presidente interino da Venezuela, Nicolás Maduro, dividiu com a plateia uma informação que lhe chegara havia pouco: o arcebispo argentino Jorge Mario Bergoglio tornara-se papa. Maduro recordou à audiência que Hugo Chávez “subiu” às alturas. Ele “está frente a frente com Cristo”, disse, antes de insinuar que a escolha do primeiro papa latino-americano da história é coisa do “comandante” (repare no vídeo).Maduro disse que “alguém novo” achegou-se a Cristo e disse: “Bem, nos parece que a hora da América do Sul chegou.” Mais: a qualquer momento, declarou Maduro, Chávez pode convocar uma assembleia constituinte no céu para “mudar a Igreja” e permitir que o “povo de Cristo” governe o mundo. Nesse ritmo, o Todo Poderoso logo, logo renuncia. Vai declarar-se ‘Deus emérito’ e entregar o trono a Chávez.