Fale Conosco

O Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro POP), Dona Nenzinha Cunha Lima, oferece atendimento especializado à população adulta em situação de vulnerabilidade e tem como finalidade assegurar o acompanhamento dos moradores de rua com atividades multidisplinares e acolhimento com refeições e espaço e materiais disponíveis para a higiene pessoal.

 

O atendimento é realizado das 7h30min às 17h e, de acordo com a direção do local, entre 20 a 30 pessoas estão sendo beneficiadas com serviços como atendimento odontológico, aferição de pressão arterial, testes de glicemia, exames laboratoriais, palestras de conscientização, entre outros que estão sendo realizados em parceria com a UFCG, as FIP, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e as Unidades Básicas de Saúde do Município.

 

A gerente da Rede de Proteção Especial, Ilva Lacerda, destacou os principais serviços que estão sendo oferecidos em parceria com estas instituições.

 

“O convênio que temos com o setor de odontologia da Universidade Federal proporciona a eles atendimento odontológico gratuito. Nós estamos em parceria com o CEO conseguindo próteses dentárias e eles também são encaminhados e atendidos de forma prioritária nas unidades de saúde do município quando necessário. Tudo o que eles precisam para resgatar a sua cidadania tanto na parte documental, humana e cidadã nós providenciamos para eles”, destacou.

 

A secretaria de Desenvolvimento Social, Maria da Guia Lustosa, garantiu que os serviços serão ampliados e vão melhorar ainda mais com a contratação dos novos servidores aprovados no processo seletivo realizado, este ano, pela Prefeitura de Patos.

 

“O Centro POP está funcionando desde fevereiro e a cada dia os serviços oferecidos aqui vem melhorando e a partir de agora com a contração dos novos servidores no Processo Seletivo nós vamos ter uma melhoria substancial nas atividades pedagógicas e multidisciplinares realizadas aqui para minimizar a situação de vulnerabilidade dessas pessoas e melhorar a qualidade de vida desta população”, comentou.  (RA)