Fale Conosco

Quer desagregar até ser devorado? Deixe o Grupo da Várzea entrar

Não importa se na época da Casa Grande & Senzala ou se no 5G, o Grupo da Várzea desagrega onde adentra, seja nos canaviais cortando

Bolsonaro é a serpente querendo chocar o ovo do caos

A liberdade é uma mercadoria cara e perecível, demanda eterno monitoramento e qualquer relaxamento estraga e perde espaço para a tirania, essa sua grande algoz,

Virgulino acha que política é cangaço e quem não for do bando é da volante

Era um bom policial, era um bom delegado, até mesmo uma figura aprazível antes de se tornar um político desagregador, truculento e insuportável. Falo do

O dia em que um canalha quis se comparar a um bom senador

O que Ricardo Coutinho é fica até redundante discutir aqui, pois de Cabedelo a Cachoeira dos Índios todos sabem. Agora vou acrescentar o conceito “canalha”

Vou chorar, me desculpem, mas eu vou chorar; desesperar jamais!

Vou chorar por meu amigo Segundo, vou chorar por Eduardo Carneiro que foi primeiro, vou chorar pela metralhadora da notícia Fábio Diniz e vou chorar

Nilvan e Fabiano, a diferença entre quem só suga e quem fazia o bolo crescer

O que o Sistema Correio vai fazer com o candidato a tudo Nilvan Ferreira? Assumir e virar coadjuvante? Isso já foi feito quando trouxe ele

O dia em que o político Nilvan Ferreira sacrificou o talentoso radialista Nilvan Ferreira

Definitivamente, Nilvan Ferreira não é mais um radialista. Fez opção pela política e como alpinista social parece ter visto nela sua chance de ficar rico.

Espernear e teatralizar é o que Nilvan, Cabo Gilberto e Walber tem pra hoje

A foto acima desnuda o momento qualquer nota da oposição na Paraíba. Nela, as escadas Nilvan e Cabo Gilberto dão rosto ao espectro zombeteiro, enquanto

O radialista/politico “coveiro” quer o pior e quando as coisas melhoram ele exige o caos para nutrir seu discurso

Em meio a maior crise sanitária do mundo a pequenina Paraíba acende um farol no fim do túnel e exibe números alentadores. Estamos em primeiro

Bolsonaro tem na Paraíba sua cópia; quem será?

Reza a lenda que em Campina cafetão se apaixona, traficante se vicia e já lançaram a moeda de três reais. Em resumo: Campina é para