Fale Conosco

Cássio está no divã

Ainda hoje repercute muito, tipo efeito ensurdecedor,  a ausência do senador Cássio Cunha Lima na abertura do Maior São João do Mundo nos primeiros dias de Junho. Aliás, sempre desenvolto na mídia, o líder tucano vive fase de retração.

Em casos como da abertura, só doença ou caso grave motiva o recolhimento de quem, como é o seu caso, se confunde com o Evento e seu Criador, Poeta Ronaldo Cunha Lima, pois inexiste liderança política na Paraíba mais identificada com a Grande Festa de Campina do que ele.

Como, para felicidade da família,  dos seus eleitores e dele próprio inexistiu fatores graves observados acima é preciso entender a miúde causas e efeitos desta ausência sentida.

MARÉ ADVERSA

Cássio vive uma das mais difíceis fases de sua vida política por ter por opção pessoal assumido de novembro de 2014 em diante a mais contundente e até violenta postura verbal contra o PT e o ex-presidente Lula. Exagerou desmedidamente na dose que muitos dos líderes tucanos assim não ousaram atacar.

De acusação do partido que introduziu a corrupção no Brasil a acusações pessoais a muitos dos líderes petistas, por esse caminho Cássio ao que parece abusou da dose porque, com o passar do tempo, o efeito bumerangue pegou em cheio todo seu partido, seus principais líderes e o deixou fragilizado com depoimentos de delatores da Odebrecht afirmando ter pago dinheiro de Caixa 2 na sua campanha em 2014.

Para azar seu, esses mesmos delatores disseram que seu maior adversário na Paraíba, governador Ricardo Coutinho recusou acordo e recebimento de dinheiro.

DRAMA MAIOR

Cássio anda afetado com tudo o que tem acontecido em torno de seus amigos tucanos flagrados em desvios -principalmente Aécio Neves em vias até de ser preso. E não fica aí porque a nova fase de investigações em Furnas é um desastre para Aécio.

É uma cena muito ruim sem contar os graves problemas com o presidente Michel Temer, que Cássio avalisa desde sempre.

SINTESE

É provável que o senador esteja em reflexão profunda imaginando não valer à pena tanto ódio contra o PT e Lula para nada porque o efeito bumerangue, repito, pegou em cheio todo seu partido e ele podendo refletir fortemente em 2018.

Partilhar

Fonte: wscom