Fale Conosco

Ao se pronunciar ontem na Tribuna do Senado o senador Cássio Cunha Lima invocou o termo “helicópteroterapia”, que usamos ontem em nosso blog para ilustrar o fato de que a política de segurança do governo RC parece resumir-se a mandar o helicóptero da PM voar de um lado para o outro do estado.

Cássio disse que há em Campina Grande e em toda a Paraíba um “clima de pânico” em razão de uma onda de crimes violentos.

Ele denunciou que em Campina “em várias universidades as aulas foram suspensas porque não há o menor clima de segurança para estar nas ruas. A população está aterrorizada”.

O senador fez menção a uma rebelião ocorrida no Presídio Regional do Serrotão, que fica na cidade, na manhã de ontem e citou a decapitação de presos.

Cássio disse que participará de mobilizações contra a violência e voltou a criticar a postura do governo estadual. Cássio disse que o máximo que RC faz para combater a violência é fabricar números e usar o helicóptero da PM numa helicópteroterapia.

“O secretário de Segurança Pública sequer tem a humildade de reconhecer a existência do problema. A palavra oficial do governo é que a situação está sob controle. Acha que com propaganda o problema será resolvido”, disse o senador.