Fale Conosco

A candidatura de Diogo Cunha Lima a Prefeitura de Campina Grande poderá ser o ícone de um inesperado pacto entre Cássio e Veneziano para 2012 e com desdobramentos para 2014.

Mais que isso, Daniella Ribeiro poderá ser a candidata do governador Ricardo Coutinho em Campina.

Eu sei que ambas as situações parecem impossíveis, mas tudo caminha nesse sentido, principalmente se Cássio não assumir o mandato de senador.

Para Cássio, costurar o consenso de uma aliança iminente com o maranhismo é lucro; para Veneziano, atrair Cássio para um pacto em nome de Campina é superávit político.

Agora raciocinem se não procede. Para compensar a aliança inevitável entre o PMDB e o PSDB em João Pessoa, onde Lauremília será a vice de Maranhão, os Cunha Lima exigem feedback em Campina e Veneziano indica o vice de Diogo ou lança um candidato só para constar.

Percebendo a jogada de reaproximação entre cassistas e maranhistas, Ricardo Coutinho convence Aguinaldo Ribeiro a construir a terceira via na cidade e lança Daniella como a candidata de Ricardo mesmo sem ela saber a serviço de quem está, e em João Pessoa o PP indicará Durval Ferreira como vice de Agra.

Moral da história: Diogo prefeito de Campina e Maranhão prefeito de João Pessoa para em 2014 oficializar a dobradinha Veneziano/ Cássio ou Cássio/Veneziano.