Fale Conosco

Após o encontro do PSDB, neste domingo (29), em Guarabira, aumentaram as especulações de rivalidade e disputa de bastidores entre os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e Raimundo Lira (PSD), que pretendem disputar a reeleição este ano na chapa do pré-candidato Lucélio Cartaxo (PV).

Isso porque Cássio e Lira foram ao evento em momentos distintos e não publicaram nenhuma foto juntos em suas respectivas redes sociais.  No Instagram do tucano, foram postadas uma dúzia de imagens, e Lira não surge em nenhuma delas e nem é citado nas legendas. Raimundo Lira, por sua vez, cita a presença de Cássio, na legenda da publicação feita na rede social, mas das dez fotos publicadas, o tucano não aparece em nenhuma.

O episódio reforça informações de bastidores de que o clima entre os dois senadores não é dos melhores. O senador Cássio Cunha Lima gostaria de ter na chapa a candidatura do vice-prefeito de João Pessoa Manoel Júnior para o senado. Ele estaria considerando que a presença de Lira na disputa dificulta sua reeleição, pois Lira amealhou uma boa quantidade de prefeitos com sua atuação no Senado. Ruy Carneiro também estaria defendendo Manoel Júnior na chapa.

O prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo, por sua vez, está agindo como bombeiro para tentar evitar um ‘incêndio’ no grupo. Ele defende que os dois nomes permaneçam na chapa como candidatos ao Senado, unidos, em torno do nome do irmão, Lucélio Cartaxo.

O fato é que a aparente desunião no grupo pode levar o projeto da oposição ao fracasso, e de forma prematura. Parece que o grupo não dá ouvidos a um dos mais fortes conselhos de Cristo, que pode ser aplicado à política também:  “Todo reino dividido contra si mesmo será destruído. Toda casa dividida contra si mesma não pode subsistir”.

 

Fonte: Polêmica Paraíba