Fale Conosco

O senador Cássio Cunha Lima, candidato ao governo da Paraíba pela Coligação “A Vontade do Povo”, procurou marcar sua participação no debate da TVArapuan, na noite desta segunda-feira, 19, com propostas, idéias e projetos para um novo mandato que, assegura, será “totalmente novo”, não tendo nada a ver com a expectativa de conclusão do seu governo interrompido em 2009.

Entre as muitas propostas destacadas por Cássio no debate com os outros cinco concorrentes ao cargo de governador, foi anunciada por ele a  volta do Programa Boa Nova, a realização anual de concursos para as polícias Civil e Militar e para o Magistério Estadual. Garantiu, também, que vai restabelecer o diálogo entre as categorias funcionais do Estado.

O candidato a governador tucano retomou o tema da transformação da Granja Santana em um parque público e museu, além de anunciar estudos para implementação de um sistema de vale alimentação para os servidores do Executivo.

Sobre pessoal, mereceu destaque também a disposição de Cássio Cunha Lima de promover uma reforma administrativa no Governo, redesenhando a estrutura de forma racional: diminuirá número de secretarias e vai enxugar o total de cargos comissionados nas administrações direta e indireta.

Áreas essenciais

Cássio prometeu fortalecer as ações de saneamento básico nos 223 municípios da Paraíba e garantiu que esse tipo de investimento pode não dá visibilidade política ao administrador, mas garante qualidade de vida à população e impacta em dados de saúde, melhorando os números.

Garantiu, ainda, desenvolver uma política de valorização dos servidores públicos e realizar concursos para a Polícia Civil e Militar, para o Magistério e fazer voltar o clima de paz entre o governo da Paraíba e os servidores do Estado, “hoje massacrados e perseguidos pelo governador”.

Críticas

Questionado sobre qual plano teria com relação às escolas de ensino integral, o candidato Cássio Cunha Lima (PSDB) criticou a redução de matrículas no governo atual e o fechamento de mais de 200 escolas em toda a Paraíba.

– Tivemos a redução de mais de 100 mil matrículas. Mais de 200 escolas foram fechadas. Vamos restabelecer a autonomia da UEPB, fazer planos de cargos e carreiras. Vamos valorizar o ensino técnico. Precisamos reabrir escolas, como o Caic, em Mangabeira, que está fechado desde 2013. Vamos valorizar o professor, abrir o diálogo, estruturar as escolas”, garantiu.

O senador repassou o mesmo questionamento para o candidato Major Fábio (PROS), que afirmou que é necessário tornar a escola um lugar mais atrativo.

– Temos que ver o estudante gostando da escola. Vamos para a escola para descobrir a vocação que temos. Se a vocação é na área industrial, agrícola. Temos que fazer com que a escola seja o local da criança e do adolescente”, disse ele.