Fale Conosco

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) fez questão de usar a tribuna do Senado logo após a votação que indicou o senador Vital do Rego Filho(PMDB) para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União. Cássio ressaltou que apesar das divergências locais com o peemedebista, votou favorável a sua indicação destacando que Vital tem os “méritos, a capacidade e o talento” para exercer a função.

– Os desavisados podem imaginar, talvez, que o único voto contra para que a aprovação justa e merecida não tenha sido unânime, possa ter sido deste que ocupa momentaneamente esta tribuna. Não foi. Votei a favor por reconhecer em VossaExcelência os méritos, a capacidade e o talento do exercício da função de ministro do Tribunal de Contas da União – destacou Cássio em seu breve pronunciamento.

Ainda em seu pronunciamento, o senador do PSDB destacou a recente disputa eleitoral que envolveu a ele e Vital do Rêgo na Paraíba.

– Tivemos um embate eleitoral muito recente, na disputa pelo Governo do Estado. Eu precisava do seu voto, não pude contar com o seu voto e perdi a eleição. Hoje, o destino faz com que Vossa Excelência não precise do meu voto (o placar registrou isso) mas, ainda assim, teve o meu voto e venceu a eleição. Portanto, sinta-se cumprimentado neste instante, senador e, agora ministro, Vital do Rêgo. Desejo-lhe muito sucesso e pleno êxito na sua nova missão.

Visivelmente emocionado, Vital do Rêgo agradeceu a manifestação do adversário político e conterrâneo de Campina Grande:

– Eu recolho o testemunho, o apoio de Vossa Excelência, como um gesto de grandeza do homem público. Muito obrigado!

O senador Vital do Rêgo teve a sua indicação para ministro do TCU votada nesta terça, e aprovada por 63 votos favoráveis, um voto contrário (do senador Jarbas Vasconcelos) e uma abstenção. A indicação ainda deverá ser aprovada na Câmara dos Deputados. O cargo de ministro do TCU é vitalício, com aposentadoria compulsória aos 70 anos.

Wscom