Fale Conosco

Para quem diz que não está nem aí para o discurso de Veneziano, no qual destaca que em menor tempo fez mais por Campina, Cássio até que está preocupado sim. Mandou realizar pesquisa para saber a opinião pública e mesmo que não se veja uma só pessoa na Rainha da Borborema que respondeu a essa entrevista, o senador mandou divulgar que ganhou na opinião do povo.

O que o senador não consegue aceitar é o fato de que a população experimentou como é ser governado pelos dois grupos e que pode comparar com conhecimento de causa. Não adianta inventar pesquisa.

O que o senador não admite é ter sido derrotado por duas vezes. E o pior: ser derrotando por um grupo que mostrou resultados, mudou Campina Grande com ações, obras e projetos que melhoraram a vida das pessoas. Diferente do grupo dele que, enquanto ocupou a prefeitura nada mostrou e que de posse do Governo do Estado, tem como grande obra no portfólio um viaduto o qual gastou milhões e não melhorou em nada o problema da mobilidade urbana.

O que Cássio evita pensar é que a gestão de Veneziano em Campina Grande  credenciou o cabeludo para disputar o Governo do Estado em 2014 como liderança favorita nos quatro cantos da Paraíba.

O que Cássio tem a fazer é jogar, manipular, utilizar alguns fantoches para reproduzir seus devaneios. É usar as armas que tem e inventar as que não tem.

E por fim, o que Cássio precisa é de um milagre, por isso ao invés de ficar fazendo joguinho de números ele deveria cuidar em se espiritualizar, procurar uma luz divina e jogar fora o pó que mancha seu do passado.