Fale Conosco

“Easy Life (tradução: vida fácil)”. Este é o nome da empresa de propriedade do milionário Antônio Disraeli Ponte, que realmente não tem motivos para se queixar da vida, afinal além de alugar ambulâncias por um preço pra lá de lucrativo em Estados como Pernambuco e Paraíba, ainda arruma tempo para comandar uma companhia de taxi aéreo que presta serviços ao governo do Ceará (Easy Air conhecida na imprensa cearense como Cid Gomes Air), coincidentemente ou não, o empresário só expandiu seus negócios em estados governados pelo PSB.

A presença de Disraeli, que preside o PV no município de Sobral, nos jornais, ocorreu pela primeira vez em 2008, quando o chefe do Executivo cearense, Cid  Gomes (PSB), (irmão de Ciro Gomes) enfrentou uma crise sem precedentes após ser flagrado fretando um avião no qual levou a sogra, Pauline Habib Moura, em uma excursão pela Europa. O jatinho foi alugado por R$ 388 mil a empresa TAF e tudo foi custeado pelo erário. Em meio a uma crise que atingiu em cheio o socialista na época, Cid justificou a carona. “… Minha esposa tem 27 anos e uma ligação muito estreita com a mãe”. A denúncia acabou sendo arquivada pelo TCE do Ceará.

Leia a matéria de Veja que tratou do assunto:  http://veja.abril.com.br/070508/p_066.shtml


O problema é que Cid chegou a ser acusado na época de beneficiar a TAF e a Easy Air em editais de licitação, conforme matéria de Época no período das denúncias.
http://www.cearaagora.com.br/noticias/politica/epoca-denuncia-suspeita-de-favorecimento-taf-e-easy?quicktabs_1=0

Disraeli

Disraeli é amigo de infância de Cid Gomes e alugou o primeiro avião para sua empresa em agosto de 2007. Um mês depois a Easy Air teve que alugar outro avião para se habilitar a participar de uma concorrência de R$ 1,5 milhão para prestação de serviços de táxi aéreo ao governo cearense, sendo a vencedora da licitação. Desde então o empresário e o PSB só fizeram crescer…

Problemas com aeronaves

Apesar da ótima saúde financeira obtida com o contrato junto ao amigo de infância, a Easy Air teve uma aeronave interditada em 2009 pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Após quatro dias de vistoria, foram identificadas “irregularidades no cumprimento dos programas de manutenção” dos aviões, que, segundo a Agência, estavam com a “segurança operacional” dos voos comprometidas.

Veja matéria da época:http://ifronline.blogspot.com/2009/10/aviao-da-easy-air-e-interditado.html


Em Pernambuco a empresa de Disraeli que fatura alto é a Easy Life, sociedade com Silvio Jacó. Assim como no Ceará, o milionário é amigo do governador Eduardo Campos (PSB), tendo vencido uma licitação de aproximadamente R$ 8 milhões este ano, mas os negócios com governos do PSB não param…

Easy Life na Paraíba

Na Paraíba, apesar de 90 ambulâncias do SAMU estarem paradas por falta de bases operacionais (conforme informações da própria Secretaria de Estados da Saúde), o governador, Ricardo Coutinho (PSB), alugou 32 ambulâncias por quase R$ 9 milhões, tendo por base a licitação do vizinho, em Pernambuco. Com o contrato, Disraeli passou a operar simultaneamente no Ceará, Pernambuco e Paraíba. Hoje os negócios ultrapassam a esfera dos R$ 20 milhões.

Medalha em Pernambuco

 
No dia 23 de dezembro do ano passado o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, resolveu premiar Disraeli com uma medalha, a Ordem do Mérito Guararapes, por prestar serviços relevantes ao Estado durante as últimas enchentes.
Como resultado da parceria com os governos do PSB, o empresário cearense hoje é dono da Easy Air Taxi Aéreo, sócio da Easy Life Remoções Médicas, franqueado da Localiza no Ceará e sócio do Hospital Dr. Estevão, em Sobral, além de possuir um escritório de advocacia.

Eduardo

Aluguel X compra

Quando o assunto é o preço, o empresário não é tão generoso com os governos do PSB, mas os governadores…

Para que se tenha uma ideia dos valores alcançados nas operações, a Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro comprou em julho deste ano 50 novas ambulâncias para a corporação. A aquisição foi realizada por meio de adesão ao registro de preços da Aeronáutica, custando ao erário R$ 7,6 milhões.

Na Paraíba, o governo alugou 32 ambulâncias por quase R$ 9 milhões/ano, tendo por base a licitação do vizinho Estado de Pernambuco. Em um cálculo simples, cada ambulância comprada pelo governo do Rio de Janeiro fica por R$ 152 mil, enquanto que o custo médio do aluguel destes veículos na PB e PE é de R$ 280 mil/ano, para os cofres.