Fale Conosco

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, se reuniu, no final da tarde desta terça-feira (23), com mães de bebês e crianças com microcefalia para discutir a dinâmica do atendimento delas na Rede Municipal de Saúde e buscar alternativas para otimizar os serviços nos quais elas podem ser inseridas. O objetivo é melhorar os atendimentos, contribuir para que o acesso aos serviços seja facilitado e melhorar a qualidade de vida das mães e, principalmente, dos bebês.

“Conversamos com algumas mulheres representando as mais de 30 mães de bebês que possuem microcefalia em João Pessoa. É muito importante manter um diálogo com estas mulheres. A gente está ofertando muitos serviços de saúde, mas é claro que podemos melhorar cada vez mais os atendimentos e buscar na nossa gestão mais serviços que possam melhorar a condição dessas famílias, oferecer mais conforto e qualidade de vida”, afirmou o prefeito.

Além do prefeito, também participaram da reunião a primeira-dama, Maísa Cartaxo, o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, e a secretária-adjunta da Saúde, Ana Giovana Medeiros. De acordo com o secretário, essas mães já são atendidas junto ao Centro de Referência Municipal para Inclusão da Pessoa com Deficiência, no Pedro Gondim, mas outras secretarias da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) também serão envolvidas no atendimento a estas crianças.

“Vamos acompanhar de perto todo o atendimento oferecido a elas. Primeiro elas serão recadastradas para potencializar estes atendimentos em parceria com outras secretarias. Daremos prioridade aos exames especializados, às consultas, mas também envolveremos outras secretarias como a de Desenvolvimento Social e da Habitação. Vamos verificar como está a questão destas mulheres, se estiverem inscritas em programas habitacionais, pois elas entram na cota de 5% dedicada a esse público, bem como inscrever as demais mães para que elas possam ter direito a um lar”, destacou.

Janine dos Santos, moradora do Costa e Silva, tem um filho de um ano e sete meses com microcefalia. Ela participou da reunião e destacou que seu filho já vem recebendo atendimento na Rede Municipal de Saúde e pediu a agilização para novos exames para ele. “Tínhamos algumas reivindicações sobre melhoria no atendimento para as crianças, sobre os exames, internamentos e transporte para que a gente possa se deslocar para os acompanhamentos. Mas meu filho já é atendido no Centro de Referência”, afirmou.

Fonte: Assessoria