Fale Conosco

O sumiço do padre José Gilmar ainda é considerado um mistério para a Delegacia de Crimes Contra a Pessoa na Capital paraibana. Isso porque, apesar da unidade policial já ter coletado mais de 10 depoimentos de pessoas ligadas ao sacerdote, nenhuma informação relevante do paradeiro dele foi identificada. O carro utilizado pelo padre, no entanto, foi encontrado na tarde desta sexta-feira (16), no Mirante da Praia de Tambaba, no município do Conde, no Litoral Sul, do Estado da Paraíba.

Na última terça-feira (13), o pároco da Igreja Santa Teresinha, localizada no bairro do Róger, sumiu misteriosamente após pedir socorro por mensagem no whatsapp. O sacerdote havia sido chamado para “encomendar” o corpo de um morto pela família. Alguns instantes após ter saído, no entanto, uma pessoa da paróquia recebeu uma mensagem do religioso, via Whatsapp, na qual pedia socorro.

De acordo com Thiago Melo, secretário da paróquia, não houve resposta às tentativas de entrar em contato com o padre após o recebimento da mensagem e o aparelho aparece sem sinal de internet, fora de área ou desligado.

A Arquidiocese da Paraíba emitiu nota sobre o desaparecimento do religioso, afirmando que acompanha o caso com atenção. “A Arquidiocese, por meio de seu Arcebispo, clero, religiosos, religiosas e fieis de um modo geral, segue unida em oração para que o caso seja elucidado e o desfecho seja o melhor possível. Nos mantenhamos fortes na fé, perseverantes na oração e confiantes no Deus que não nos desampara”, diz a nota.