Fale Conosco

Nos últimos dias, a ‘Operação Previna-se’, deflagrada pelas Polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Procon, Vigilância Sanitária, Guardas Municipais e Sudema fechou seis bares em João Pessoa, após os estabelecimentos descumprirem os protocolos sanitários contra Covid-19 estabelecidos pelos órgãos de saúde e pelo Governo da Paraíba. A operação tem como objetivo conter as aglomerações no período de Carnaval.

A ação, que teve início na noite da última sexta-feira (12), autuou 11 bares nos bairros do Bessa, Manaíra, Torre, Roger, Cruz das Armas e Geisel. A maioria não seguia as determinações sanitárias, com público acima do permitido e com outras práticas que colocavam a saúde das pessoas em risco.

A operação ainda apreendeu quatro paredões de som, 27 armas de fogo, aplicou multas de R$ 20 mil por poluição sonora, além de deter 130 suspeitos e recuperar 16 veículos com registros de roubo. O número já é maior do que o registrado no ano passado, quando a festa de carnaval estava permitida. Nos dois primeiros dias da folia em 2020 foram apreendidas 16 armas e detidas 107 pessoas.

Festas – Mesmo com as proibições, várias festas com aglomerações de pessoas que não faziam uso da máscara de proteção foram registradas na Paraíba. Por exemplo, no município de Lucena, na Grande João Pessoa, a polícia trabalhou bastante para conter a concentração dos “foliões” na praça da cidade.