Fale Conosco

O secretário municipal de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul, informou que a prefeitura do município deve questionar a quantidade de vacinas enviadas à cidade para o combate à pandemia de Covid-19. Nesta terça-feira (19), por volta das 11h, ele e o prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) acompanharam a chegada do primeiro lote de mais de 4 mil doses ao Centro de Saúde do Catolé.

“A gente não recebeu as orientações de como foi feita a divisão, os parâmetros utilizados pelo Estado. Nós esperávamos receber um quantitativo maior, mas o importante é iniciar a vacinação, começar a imunizar os profissionais e os idosos para que a gente consiga atravessa a pandemia na cidade”, disse Reul.

O Governo da Paraíba segue o Plano Nacional de Imunização do Governo Federal e a distribuição de vacinas é proporcional à população, de acordo com determinação do Ministério da Saúde.

O técnico em Enfermagem Joseildo Batista, servidor da Secretaria de Saúde de Campina Grande, foi escolhido para ser a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no município. Nos primeiros momentos de enfrentamento da doença o técnico se manteve como um dos exemplos da linha de frente, ao dormir no terraço da casa para não infectar a mãe asmática, com problemas de pressão e vitima de um infarto.

“A orientação do prefeito é iniciarmos hoje e estamos fazendo a conferência na Central de Armazenamento para que possamos iniciar a vacinação dos profissionais que estão na linha de frente no Hospital Pedro I e no Hospital das Clínicas da Paraíba”, garantiu o secretário.