Fale Conosco

A conversinha de que o Ministro da Saúde vem à Paraíba na tarde de hoje para lançar campanha de combate a dengue é balela, na verdade, Alexandre Padilha faz visita para saber porque a secretaria de saúde do Estado esta adiando o inicio do atendimento no Hospital de Trauma de Campina Grande, porque os hospitais do interior estão fechando e porque o Estado não contrata médicos.

Para embaçar a realidade, Walter Aguiar que é secretário chefe de governo, descartou que haverá reforma administrativa na pasta, mas a greve dos médicos cirurgiões toráxicos, vasculares e neurocirurgiões do Hospital de Trauma da capital que acaba de estourar é outra dor de cabeça.

Ricardo Coutinho terá dificuldade para mascarar o fiasco na saúde que se apresenta na maioria dos hospitais do Estado. Pode até não ser reforma administrativa, mas cabeças vão rolar e a de Mário Toscano já esta na forca faz um tempinho.

O discurso de campanha que garantia à Paraíba um avanço de 40 anos em 4, caiu por terra nos primeiros 40 dias de governo. Primeiro, a desorganização no inicio do ano letivo dos colégios estaduais e agora o marasmo no atendimento a saúde.

A realidade é que os policiais e os professores já estão acampados em frente ao Palácio do Governo e os médicos estão chegando.