Fale Conosco

O Ministério Público da Paraíba instaurou no domingo (21) inquérito civil público para investigar o pagamento de diárias aos vereadores da Câmara do Conde. Em maio, a Casa já havia sido alvo de investigação na Operação Cavalo de Troia, que resultou na prisão dos vereadores Naldo do Cell e Malba de Jacumã.

Desta vez, denúncias feitas ao MPPB informaram que a Câmara do Conde gastou cerca de R$ 225 mil em 2018 e R$ 69 mil em 2019 – entre janeiro e abril – somente com inscrições em eventos, congressos, simpósios e cursos.

“Apesar do exacerbado gasto com diárias, há informações de que alguns dos vereadores sequer se fizeram presentes nos eventos contratados pela Casa Legislativa”, explicou a promotora no documento.

Da redação com informações do G1