Fale Conosco

Quem procurou nesses últimos dias, no Portal da Transparência da Câmara Municipal de Campina Grande, alguma informação sobre gastos, se deparou com a letra do Hino Nacional no lugar do balancete contábil. A assessoria de imprensa da Casa de Félix Araújo culpou um estagiário, que estaria em treinamento.

A gafe cometida pela Câmara não é a primeira no histórico produtivo de eventos na PB.

Enquanto os organizadores do site estiveram deitados “eternamente em berço esplêndido”, a trapalhada ganhou o mundo virtual.

No ano passado, o Tribunal de Justiça da Paraíba publicou no Diário Oficial um texto inspirado nas frases do humorista Mussum, de Os Trapalhões usado para diagramação e programação visual.

 

Fonte: Edil Francis