Fale Conosco

O governador Ricardo Coutinho não sai das páginas policiais, seja pelo registro do alto índice de criminalidade, seja pela insatisfação dos setores de segurança de sua administração.

A greve da  Polícia Civil da Paraíba que começa nesta sexta-feira, conforme deliberação da categoria na manhã desta segunda-feira (24), pode arrastar de roldão a Polícia Militar e para  atingir os demais setores é apenas uma questão de tempo. A caixa de marimbondo foi assanhada.

Em nota, a Aspol (Associação da Polícia Civil) reclama que o governo Ricardo Coutinho retirou direito e confiscou conquistas da categoria que abrange 1.167 homens, entre agentes de investigação, escrivães e motoristas.

A Aspol se queixa ainda que as medidas anunciada pela Secretaria de Segurança traz  graves problemas de gestão para todos.