Fale Conosco

O vereador Bruno Farias (PPS), concedeu entrevista ao Portal WSCOM e declarou seu ponto de vista quanto à criação do comitê Ricardo/Aécio. O parlamentar disse ter ficado perplexo com a decisão divulgada na manhã desta quinta-feira (16) e classificou a atitude como “oportunismo político” e “deslealdade” com o prefeito Luciano Cartaxo (PT). 

“Além de ter sido ingrato e não ter feito um único agradecimento ao empenho de Luciano e Lucélio, que, juntos com o PT, foram os responsáveis pelo crescimento de Ricardo em João Pessoa, agora, o PSB, por pura conveniência e oportunismo, estimula os seus aliados a lançarem um comitê Aécio/Ricardo. Ao meu sentir, uma atitude desleal”, disse Bruno.

O vereador ainda comentou que na semana passada, em entrevista a um programa de TV, a deputada eleita Estelizabel Bezerra, colocou o seu nome à disposição do partido para ser candidata à prefeitura da capital em 2016, constituindo assim, uma disputa entre Estelizabel e Luciano.

“Esperar o agradecimento de Ricardo pelo que Luciano e Lucélio fizeram no primeiro turno, acho que o PT não esperava, até pelo histórico do governador. Mas acho que eles foram pegos de surpresa com essa atitude oportunista de Ricardo de estimular a criação do comitê Aécio-Ricardo”, comentou.

Bruno Farias disse ainda, durante a entrevista, que a postura de Ricardo e Luciano são distintas. “Recordo de uma reunião, no primeiro turno, dos vereadores com o prefeito Cartaxo em que a maioria da bancada sugeriu a criação de um comitê Cássio e Lucélio, mas o Prefeito, mesmo agradecendo o gesto, achou prudente, por uma questão de coerência e lealdade à escolha política que fez no primeiro turno, não levar adiante a criação desse Comitê. Naquele instante, vi que Luciano tinha, em sua linhagem política, a marca da lealdade”, citou Bruno.

O vereador do PPS concluiu registrando sua indignação com a criação do novo comitê e afirmou: “A natureza de Ricardo é de deslealdade a quem sempre lhe ajudou”.

Wscom