Fale Conosco

Mesmo com o cenário da pandemia da Covid-19, o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), admitiu a possibilidade de realizar a edição 2021 do Maior São João do Mundo em um novo formato.

Segundo Bruno, sua pretensão é realizar a festa no seu primeiro ano de mandato, porém as condições sanitárias devido à disseminação do coronavírus determinarão se a cidade terá condições de promover o evento.

“Nossa intenção, disposição e torcida é pela realização do Maior São João do Mundo 2021. No meu primeiro ano de gestão, sem dúvidas, teria grande satisfação de dar minha contribuição para que o evento se realize, seguindo rigorosamente todos os protocolos de segurança necessários”, afirmou o prefeito.

Em 2020, na gestão de Romero Rodrigues, o São João foi cancelado por causa da pandemia. Bruno garantiu que o festejo só será realizado no município se houver a garantia total de segurança aos turistas e forrozeiros. A administração municipal tomará a decisão baseando-se na contenção do vírus na cidade e na evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19. Até o momento, mais de 9 mil pessoas dos grupos prioritários foram vacinadas em Campina Grande.

Porém, o prefeito ressalta que pretende realizar o evento com um novo formato.

“Estamos avançando na vacinação e quanto mais conseguimos vacinar as pessoas dos grupos de risco, mais rápido podemos pensar em retomar a atividade econômica da cidade, atividade turística e a atividade cultural. É natural que não se pense em fazer um São João nos moldes normais, precisa-se fazer um São João adaptado a esta nova realidade. Não tem como fazer um show para 40 mil pessoas. Estamos descentralizando o projeto”, afirmou.

Para Bruno, “o mais importante de tudo, é passar pela certeza absoluta de que a festa de 30 dias – ou no formato possível, dadas as circunstâncias, não representará potencialmente riscos à saúde da população”.

“O próprio ritmo de vacinação contra a Covid-19 é um aspecto a ser levado em conta. Mas, qualquer que seja a decisão, será sempre adotada com base em critérios objetivos, na base do diálogo e do amadurecimento do debate”, enfatizou o prefeito.