Fale Conosco

Estadão

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou na manhã desta segunda-feira que o Brasil já está em contato com bancos de pele de outros países para poder garantir o atendimento a vítimas do incêndio que deixou 231 mortos em uma boate em Santa Maria no domingo.

De acordo com o ministro já foram contactados bancos de pele dos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Pernambuco, mas, para atender à demanda dos pacientes mais material pode ser necessário.

“Já fiz contato com meus colegas, ministros da Argentina, Uruguai e Peru… Se for necessário, podemos trazer pele destes bancos”, disse Padilha em uma entrevista coletiva no centro desportivo, onde os corpos de algumas das vítimas continuam sendo velados.

Ao todo, 121 vítimas continuam internadas, sendo 82 em hospitais de Santa Maria e 39 em outras cidades, incluindo Porto Alegre.

Destes, 79 estão em estado grave e respiram com ajuda de aparelhos.

Apesar dos número alto de pacientes em estado grave, não foi registrada mais nenhuma morte entre as vítimas do incêndio nesta madrugada.

“A grande maioria sofreu intoxicação respiratória e 20% (das vítimas está) com grandes queimaduras”, afirmou o ministro.