Fale Conosco

“Dilma tenta conter torcida por Lula-2014

Presidente muda estilo para ganhar simpatia de aliados, mas congressistas já falam em retorno do ex-presidente

“Sebastianismo lulista” começa a crescer entre descontentes, e centrais sindicais já articulam campanha “volta Lula”

Vera Magalhães, Folha de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff deu início, nesta semana, a uma tentativa de aproximação com os partidos da base aliada, sobretudo PT e PMDB. Entre os objetivos da imersão na política está a tentativa de conter pela raiz uma prematura e crescente especulação interna sobre uma nova candidatura presidencial de Lula em 2014.

No PT, a torcida pela volta de Lula ainda é discreta, mas já atinge setores como a base sindical do partido e integrantes das bancadas na Câmara e no Senado.

Já nos partidos aliados, um certo “sebastianismo lulista” começa a sair do armário. Ontem, antes de fazer novo discurso crítico ao governo, o ex-ministro Alfredo Nascimento (PR-AM) disse em alto e bom som para colegas do Senado: “O barbudo tem de voltar”.

O sebastianismo foi um movimento que surgiu em Portugal no século 16, após a morte do rei dom Sebastião na Batalha de Alcácer-Quibir. O país passou ao domínio da Espanha, o que deu início a uma crença segundo a qual o rei não morrera e voltaria para reassumir o trono.

Na Esplanada, a ameaça lulista é vista com reservas.

Blog do Noblat”