Fale Conosco

Réu confesso e detrator premiado da CPI da Última Bala, o ex-tesoureiro da Prefeitura de Campina Grande, Renan Trajano, deve responder criminalmente por estelionato e falsidade ideológica, pois teria falsificado a assinatura do então secretário de Finanças da gestão Veneziano, Júlio César, em dezenas de cheques.

Passando de idiota útil a peso que ninguém quer carregar, Renan Trajano logo será descartado por quem se beneficia das suas denúncias.

Sem provas para acusar ninguém, apenas a si mesmo, Renan terá os subsídios cortados e deixará de ser valorizado na CPI da Última Bala.

Quem convocará Renan para o exame grafológico que comprovará se ele falsificou ou não a assinatura do secretário de Finanças em dezenas de cheques?