Fale Conosco

O deputado Vituriano de Abreu surpreendeu hoje, ao apresentar seu parecer na Comissão de Orçamento da Assembléia Legislativa sobre a Medida Provisória do governo remanejando recursos da reconstrução da Barragem de Camará para o Centro de Convenções.

Vituriano foi enfático na defesa dos recursos de Camará e lembrou que os R$ 7 milhões destinados ao Centro de Convenções (outros R$ 5 milhões serão para manutenção de barragens) podem ser alocados pelo governo de outra forma, já que o balancete divulgado recentemente mostrou que tem dinheiro em caixa.

Ganhou o apoio de Gervásio Maia, Frei Anastácio e André Gadelha e o voto contrário de Lindolfo Pires, Gilma Germano e Hervázio Bezerra. Frei Anastácio chegou a dizer que nem com um revólver encostado no ouvido votaria nesta Medida Provisória.

Depois da Comissão de Orçamento, as Medidas Provisórias e os projetos de lei do governo seriam encaminhados ainda hoje para votação em plenário. Estranhamente, as votações foram adiadas para amanhã.

Ficou claro que o governo teve medo de perder a votação em plenário. É que apesar da decantada maioria na Casa, tem muito deputado reclamando, num silêncio barulhento, do tratamento que vem recebendo do governo.