Fale Conosco

A brasileira Carolina Dias é um dos 176 passageiros que deveriam ter embarcado sábado no voo da Avianca de Nova York com destino a Guarulhos. Moradora de New Jersey, ela, o marido e o filho planejam visitar a família no Brasil.

Segundo ela, os passageiros só foram avisados com quase 30 horas de atraso que o voo havia sido cancelado e foram transferidos para um hotel.

“A situação é caótica, nos tratam como lixo, não dão nenhuma informação”, afirmou ela.

Para piorar, a bagagem da brasileira foi extraviada pela companhia aérea. “Precisaremos comprar novas roupas, pois tudo o que tínhamos de verão estava dentro das malas.”

Carolina afirma que há grávidas e cadeirantes no grupo de passageiros que teve o voo cancelado. “O hotel só está pago até hoje à noite e ninguém sabe quanto tempo mais vamos esperar.”

Em nota, a Avianca informa que parte dos passageiros seguirá para o Brasil em dois voos da companhia: um previsto para as 18h30 (horário de NY), e outro para as 0h30.

“Os demais virão em voos de companhias parceiras previstos para decolarem nas próximas 48 horas. Todos os passageiros estão sendo comunicados via telefone, SMS e e-mail”, informa a companhia.

Segundo a empresa, os atrasos foram causados “em função da forte nevasca que está acontecendo em Nova York e também em decorrência do fechamento temporário do terminal 4 do aeroporto, nos dias 07 e 08, ocasionado por uma contingência relacionada à infraestrutura”. “Atrelado a isso, a aeronave programada para realizar o voo do dia 06 passou por um procedimento operacional corretivo em seus toalete.”

Fonte: Veja