Brasil

Aumento de 30% da área desmatada da Amazônia é alarmante e governo ainda quer extinguir fundo de preservação

Em um ano – agosto de 2018 a julho de 2019 – a área desmatada na Amazônia aumentou cerca de 30%. Foram quase 10 mil novos quilômetros de área verde destruídos. É o que revela um relatório oficial do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O mesmo ano anterior (2017-2018) registrou 7.536 km² de área desmatada.

Como se já não bastasse esse dado alarmante – para não falar perigoso -, entre os fundos listados pelo governo federal para análise e extinção, na chamada PEC dos Fundos, está o da Amazônia, que tem R$ 1,8 bilhão aplicado em projetos de preservação e que usa recursos de países como a Alemanha.

De acordo com a coluna Painel da Folha de São Paulo, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, no entanto, deu sinais de que pretende manter o fundo, mas sob novas bases. Quer facilitar, por exemplo, projetos de regularização fundiária com o apoio do setor privado.

Da redação

Tags: Tags: