Fale Conosco

O promotor de Justiça Francisco Bergson Gomes Formiga Barros foi eleito o novo presidente da Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), neste domingo (14). Ele vai suceder o atual presidente Francisco Seráphico e comandar a APMP no biênio 2015/2016. A chapa única ‘Consolidando Conquistas. Novos Desafios’ vai tomar posse no dia 14 de janeiro de 2015.

Em seu mandato, o presidente eleito pretender lutar pela defesa da classe e dos interesses gerais do Ministério Público e pela melhoria das condições de trabalho dos membros; buscar igualdade remuneratória entre membros ativos e aposentados; colaborar para o aprimoramento profissional dos associados, com seminários, cursos, congressos e palestras; participar de forma efetiva na execução do orçamento do MP 2015 e na formatação do orçamento de 2016; promover atividades culturais, esportivas e de lazer para os associados.

Além de lutar, no âmbito nacional, pelo exercício da atividade político-partidária dos membros e pela implantação da gratificação especial para Promotorias de difícil provimento a serem estabelecidas.

“Eu quero manter o diálogo permanente com o procurador-geral de Justiça objetivando melhorias para os membros do Ministério Público, principalmente no que seja pertinente as situações de trabalho dos promotores de comarcas do interior do estado. Além disso, pretendo manter o ritmo de trabalho da gestão anterior”, declarou o presidente eleito.

Bergson ingressou no Ministério Público em 1996. Inicialmente, atuou nas promotorias de São João do Rio do Peixe e Soledade. Em 1999, foi promovido para Conceição. Quatro anos depois, foi removido para Picuí. Em 2008, foi promovido para Campina Grande, onde atualmente exerce a função de 1º promotor da Fazenda Pública.

JP