Fale Conosco

O presidente estadual do PTB, Armando Abílio, deu uma de  Pôncio Pilatos, que foi prefeito da província romana da Judeia entre os anos 26 e 36 d.C.. Que, de acordo com a Bíblia, condenou Jesus à morte na cruz, apesar de não ter nele encontrado nenhuma culpa, e se isentou de qualquer  responsabilidade do ex-vereador Tavinho Santos ter sido preterido para participar do primeiro escalão no governo Cartaxo.

Armando Abílio, considerou ‘equivocada’ a decisão  do ex-vereador Tavinho Santos, presidente municipal do PTB, sair da legenda e lembrou que a decisão da sigla apoiar PT no segundo turno das eleições municipais foi do próprio Tavinho. ” Foi Tavinho que se sentou com  Cartaxo e eu não tomei conhecimento do que ficou acordado, apenas acatamos a sua opção”, revelou.

 Armando Abílio disse que pretende se reunir com Tavinho Santos assim que passar a emoção. “A razão  perde quando se discute na emoção”, filosofa.

Armando Abílio reafirmou  que não pretende conversar  com Tavinho  enquanto ele estiver doído. “Mas, se sua decisão for irreversível o vice-presidente municipal do PTB assume o cargo de presidente do partido. Aliás, eu nem o conheço, pois foi uma indicação do próprio Tavinho” garante.