Fale Conosco

Na manhã desta quarta-feira (27), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, e o governador da Paraíba, João Azevêdo, visitaram a Estação Ciência (Estação Cabo Branco) na Capital. Na ocasião, os gestores se mostraram descontentes com a situação de abandono vista no local e debateram a necessidade de intervenções na área para que ela retorne à visitação pública.

Em seu perfil numa rede social, Cícero Lucena desabafou: “Fiquei muito triste com o abandono deste equipamento. Mas na nossa missão conjunta de cuidar da cidade, vamos buscar alternativas para melhor aproveitar o espaço. Em breve ela estará a disposição da população”, escreveu.

Veja a publicação:

Já João Azevêdo afirmou que é necessária uma reforma urgente para que o turismo na região cresça e também para dar vez aos artistas locais e melhorar a economia. “Um espaço como esse, dedicado à cultura, a ciência e à arte que foi construído com recursos públicos não pode permanecer como está”, declarou.

Confira a postagem na íntegra:

Um dos pontos discutidos pelos governantes, é a possibilidade de uma parceria público-privada (PPP) para gerir o lugar.

“A parceria público-privada é hoje uma realidade em diversos níveis. O próprio governo do Estado regulamentou as novas regras para a implantação de PPPs e temos os eixos principais que seja possível discutir. Estamos assinando contrato com o BNDES para fazer modelagem de diversos eixos que queremos com parcerias e é fundamental que possamos atuar junto com a iniciativa privada”, relatou o governador.

Cícero espera “recuperar a funcionabilidade e também tornar (a Estação) um instrumento do desenvolvimento econômico, da educação e da cultura, que possa ser mais um atrativo da cidade para o turismo”.

Prefeito e governador acrescentaram que as intervenções não serão feitas só na Estação, mas também nos arredores. “Precisamos ter um ação forte e moderna para a proteção da Barreira do Cabo Branco com licenças ambientais e verificação de projetos para execução de forma rápida”, informou Lucena.

Sobre a Barreira do Cabo Branco, o gestor estadual anunciou que está discutindo com a prefeitura municipal “o resgate de um projeto que apresente um impacto menor com relação ao meio ambiente e que tenha um custo benefício muito menor”, utilizando tecnologia e os próprios recursos naturais para preservação da área.

Veja o que disse João Azevêdo em seu Twitter: