Fale Conosco

O líder do prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), o vereador Alexandre do Sindicato (PSD), divulgou nota esclarecendo a declaração dada por ele na sessão de quarta-feira (19). Segundo o comunicado, o parlamentar foi irônico ao falar que é contra a vacina e a testagem da Covid-19.

“É claro que não sou contra a vacina, pelo contrário, em breve espero tomar a primeira dose, até porque tenho comorbidades. É evidente que sou defensor da vacinação. Não por acaso sou um vereador que todos os dias estou acompanhando o trabalho da Secretaria de Saúde, ouvindo as pessoas, buscando colaborar com eventuais ajustes no processo. Não por acaso fiz falas pedindo prioridades na vacinação para categorias como os garis”, disse.

Na sessão híbrida da CMCG, o vereador afirmou que não tomará a vacina pois é negativista, preferindo a ivermectina, azitromicina, chá de hortelã e limão galego, soluções com cientificamente ineficazes para o combate a doença, conforme análise de cientistas.

“Como eu sou negativista (sic) não vou fazer o teste [da Covid]. Sou muito mais ivermectina, chã de hortelã e limão galego. Quem quiser tomar minha vacina, vá a frente, pode se vacinar, pode fazer testagem, fiquem à vontade”, declarou na sessão.

Alexandre do Sindicato diz que o trecho de seu discurso foi divulgado dentro de um contexto completamente diferente, que não poderia aparecer no vídeo que está sendo divulgado.

“O vídeo não mostra o contexto da minha fala, pois estávamos conversando entre vereadores no plenário, um pouco antes, sobre o medo de ter reações decorrentes da vacina, como tem acontecido com muita gente, e foi nesse sentido que fiz o comentário, em tom irônico e exagerado, por causa do medo das reações. Pode-se perceber até pelas minhas expressões faciais que se tratava de uma ironia”, frisou.

O vereador campinense reconheceu que seu comentário, sem a compreensão do contexto, pode gerar interpretações equivocadas, além de lamentar o ocorrido, destacando sua postura de esforço e trabalho para auxiliar a população de Campina Grande em meio à crise da pandemia.

Confira a nota na íntegra: