Fale Conosco

O deputado federal paraibano e líder do PL na Câmara dos Deputados decidiu contrapor-se ao presidente da casa legislativa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para defender o presidente da República Jair Bolsonaro. Após Maia cobrar o Governo Federal por um maior interesse na continuidade das reformas propostas e acusar a base governista de impedir a realização de votações relevantes.

“Não sou eu que estou obstruindo [as votações], é a base do governo. Os partidos Avante, PL, PP e PSD têm obstruído votações na Casa devido a disputas na instalação da Comissão Mista de Orçamento (CMO)”, afirmou Maia citando exatamente o partido liderado por Wellington na casa.

Em defesa da base, Wellington criticou as declarações de Maia e disse à Folha que o presidente da Câmara é quem vem inviabilizando votações. “Estou dizendo que Rodrigo Maia foi infeliz, com todo respeito que tenho ao presidente da Casa. Nós não concordamos com essas colocações que ele fez de uma forma em que ele atribui e joga no colo da base o engessamento do país. Não vamos aceitar”, afirmou.